Médica xingada por Mourinho deixa o Chelsea, afirma emissora britânica

Eva Carneiro deixou o clube inglês e estuda entrar na justiça

Por jessica.rocha

Inglaterra - A médica Eva Carneiro deixou o Chelsea um mês depois de ser xingada pelo português José Mourinho, durante partida do Campeonato Inglês, conforme divulgou nesta terça-feira a emissora britânica "BBC". Em jogo contra o Swansea, pela primeira rodada do Campeonato Inglês, o comandante 'blue' ficou enfurecido quando a integrante do departamento médico entrou em campo nos minutos finais para atender o meia belga Eden Hazard.

Mourinho teria xingado médica do ChelseaReuters

Imagens veiculadas dias depois do incidente, mostraram Mourinho xingando a gibraltariana em português. A partir do duelo, Eva Carneiro não ficou mais no banco de reservas do Chelsea, agravando a crise. Afastada também de outras atividades no clube, a médica estuda entrar na justiça, segundo veiculou a "BBC".

A federação inglesa de futebol (FA), por sua vez, está investigando o caso. A médica chegou ao Chelsea em 2009, dois anos antes de passar a integrar o corpo médico do time principal.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia