Manchester City goleia Bournemouth e mantém ponta do Campeonato Inglês

Manchester United também conseguiu vitória na rodada

Por pedro.logato

Inglaterra - Com um verdadeiro show de Raheem Sterling, autor de três gols, e de Wilfried Bony, que marcou duas vezes, o Manchester City goleou o modesto Bournemouth neste sábado por 5 a 1, e se manteve na ponta do Campeonato Inglês, apesar da vitória do Manchester United, novo vice-líder, sobre o Everton fora de casa, por 3 a 0.

Sem Sergio Agüero e David Silva, lesionados durante os jogos de suas seleções, o técnico Manuel Pellegrini precisou mexer na equipe. Bony substituiu o artilheiro argentino, enquanto Sterling e Kevin de Bruyne, outra contratação do City na temporada, assumiram o papel de protagonistas. E a superioridade dos donos da casa começou a se confirmar logo aos 7 minutos do primeiro tempo, quando Bony passou para Sterling abrir o placar. Quatro minutos depois, aos 11, foi a vez do próprio marfinense marcar e ampliar.

Glenn Murray até diminuiu para o Bournemouth, que subiu para a primeira divisão nesta temporada, aos 22 minutos. Mas Sterling estava mesmo inspirado e anotou outras duas vezes antes do fim da primeira etapa, decretando o triunfo dos 'Citizens'. Já perto do fim, aos 44 do segundo tempo, Bony ainda balançou as redes mais uma vez, após passe de Jesus Navas, fechando a goleada da equipe no Etihad Stadium. Com a vitória, o City manteve a ponta do Inglês, com 21 pontos, dois a mais que o Manchester United, que venceu o Everton, fora de casa, por 3 a 0, em um jogo marcado pela notícia da morte de Howard Kendall, técnico que mais venceu na história com o time de Goodison Park.

Os 'Diabos Vermelhos', que vinham de uma derrota pelo mesmo placar no clássico contra o Arsenal, se aproveitaram da fragilidade dos jogadores e da torcida do Everton, afetados pelo falecimento do ex-técnico, que levou a equipe a conquistar o Campeonato Inglês em duas oportunidades. O United dominou o jogo desde o início e abriu vantagem logo no primeiro tempo, com gols de Morgan Schneiderlin, aos 18 minutos, e Ander Herrera, aos 22. Wayne Rooney, ex-Everton, fechou o placar na etapa final.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia