Por jessica.rocha

Rio - O meia Xavi, atualmente no Al-Sadd, admitiu, em entrevista publicada neste domingo, que superou as próprias expectativas como jogador de futebol e que não se sente que faltou reconhecimento pela falta de título de melhor jogador do mundo.

"Nunca achei que merecesse esse prêmio. Muita gente me diz isso, mas existindo Messi, que é o melhor jogador da história, é normal que ele vencesse a Bola de Ouro. Nunca tive a sensação que deveria ter vencido esse prêmio", afirmou o espanhol, ao jornal português "Record".

Xavi, de 35 anos, explicou que os feitos, seja por clube ou com a camisa da Espanha, o deixam satisfeito na reta final da carreira profissional.

Espanhol diz que sente que faltou reconhecimento pela falta de título de melhor jogador do mundoEfe

"Fiz tudo pelo Barça e pela seleção e isso me deixa feliz. Não tenho um só inimigo no futebol", garantiu o ex-jogador 'blaugrana'.

Questionado sobre o técnico português José Mourinho, com quem chegou a trabalhar no início da carreira, Xavi explicou que se trata de uma pessoa com quem não compartilha a forma de enxergar o futebol.

"Eu respeito a filosofia dele, mas ganhar a qualquer preço implica, muitas vezes, a não ser fiel a um estilo. Para ele, o importante é ganhar. Para mim, nem sempre isso justifica tudo", garantiu o meia.

Você pode gostar