Por pedro.logato
Rio - Ex-presidente do Atlético-MG e ex-diretor executivo da Primeira Liga, Alexandre Kalil se manifestou negativamente sobre os rumos que a competição tem tomada nos últimos dias. O dirigente se afastou devido a problemas relativos a negociação da Liga com as cotas de televisão. No seu perfil no Twitter, Kalil foi categórico sobre o futuro da competição.
"É uma pena. Agora, eu entendo claramente por que conspiraram contra mim. A Liga acabou. Eu avisei", afirmou.
Kalil afirmou que a Primeira Liga 'acabou'Divulgação

Apesar das palavras de Kalil, a Primeira Liga, por enquanto, tem a data inicial para a próxima quarta-feira, dia 27 de janeiro. No momento, o atual presidente, Gilvan Tavares, discute com a CBF e com o presidente da Ferj, Rubens Lopes, a liberação de Flamengo e Fluminense para a disputa do torneio. A Federação Carioca divulgou nos últimos dias que a dupla Fla-Flu pode não receber as cotas de TV do Estadual, caso decida disputar a Primeira Liga.

Publicidade
Alexandre Kalil deixou o cargo de diretor executivo da Primeira Liga em 19 de dezembro. O ex-presidente do Atlético-MG afirmou, à época, que era "vítima de complô" de cinco clubes, e não tinha chance de retornar à entidade.