Mais Lidas

Polícia alega falta de efetivo e Vasco x Fla no NBB será sem torcida

Duelo estava inicialmente programado para acontecer no dia 18 de dezembro, mas não havia nenhum ginásio à disposição no Rio

Por bferreira

Rio - O primeiro jogo entre os dois times de maior torcida do Novo Basquete Brasil (NBB) vai acontecer com portões fechados. Depois de ser adiado, o duelo entre Vasco e Flamengo foi mantido para sábado, na Rio Arena (antiga HSBC Arena), às 14 horas, com transmissão em tevê aberta, mas não terá a presença de torcedores de nenhum dos dois times.

Marcelinho ergue a taça do Carioca em jogo que o Vasco não compareceuDivulgação

Em nota, a Liga Nacional de Basquete (LNB) chamou a atitude de Polícia Militar do Rio de "desrespeito". "A LNB lamenta profundamente a decisão do Comando Geral da PM do RJ que nos leva, por consequência, a realizar a partida sem público em virtude da falta de segurança. A solicitação por parte da PM pelo segundo adiamento é um desrespeito a todos os envolvidos", afirma a entidade, que organiza o NBB.

O duelo, que tem mando do Vasco, estava inicialmente programado para acontecer no dia 18 de dezembro, mas não havia nenhum ginásio à disposição no Rio quatro meses após a realização dos Jogos Olímpicos. Com o Maracanãzinho abandonado, a primeira opção era a Rio Arena, que já estava alugada para outro evento.

Quando a nova data e o local do duelo foram definidos, em 7 de janeiro, a polícia militar foi informada por meio de ofício enviado pelo Vasco ao Comando geral da PM. "A resposta, em 16 de janeiro, reconhecia a partida, solicitava o envio de certificado de registro do corpo de bombeiros, o que foi prontamente atendido pelo Vasco, e não apresentava nenhuma dificuldade no envio de contingente", revela a LNB, que afirma ter sido pega de surpresa com o anúncio, na última terça, de que polícia não tinha efetivo para o clássico.

Essa é a primeira temporada do Vasco na elite do basquete brasileiro desde que voltou a ter um time profissional, enquanto o Flamengo é o atual tetracampeão nacional. No Campeonato Carioca, os duelos entre eles já foram cercados de problemas. No primeiro turno, o jogo com mando do Fla teve torcida única no ginásio do Tijuca Tênis Clube, mas os rubro-negros se confrontaram com a polícia militar.

Na final, tanto o primeiro jogo, na Gávea, quando no segundo, em São Januário, aconteceram sem torcida. O jogo 3 precisou ser adiado à espera de uma definição de local e esquema de segurança e acabou sendo marcado para o Tijuca, com torcida única do Flamengo. O Vasco reclamou falta de garantias de segurança e não apareceu para a decisão, entregando o título de bandeja ao Fla, por W.O..

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia