Mais Lidas

Ex-jogador pega 18 anos de prisão por tentar matar mulher por suposta traição

Ele teve sua pena aumentada por ter cometido o crime por motivo fútil

Por gabriel.santos

São Paulo - O ex-jogador Sidnei Alástico, que fez boa parte de sua carreira profissional pela Ferroviária de Araraquara, foi condenado a 18 anos de prisão nesta sexta-feira. O motivo foi uma tentativa de homicídio contra sua ex-esposa, no ano passado.

Sidnei Alástico fez sua carreira profissional pela FerroviáriaSite oficial Ferroviária

Depois de encerrar a carreira prematuramente por conta de uma lesão aos 28 anos, Sidnei trabalhava como pintor e foi acusado de tentar esfaquear Néa de Lima Sartori, então sua esposa, enquanto a mesma dormia.

A princípio, o motivo do ataque teria sido uma suposta traição. Depois de a mulher ter sido socorrida pelas filhas, o ex-jogador acabou sendo preso, em julho do ano passado.

Nesta sexta-feira, Alástico acabou condenado a 18 anos de prisão por tentativa de homicídio, com o agravante de ter cometido o crime por motivo fútil. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia