Meia de Portugal confessa: 'não podemos estar no nível da Espanha, Alemanha ou Brasil'

João Mário afirma que, mesmo com Cristiano Ronaldo, equipe precisará se superar durante o Mundial

Por O Dia

João Mário afirma que Portugal precisará focar para bater adversários de peso
João Mário afirma que Portugal precisará focar para bater adversários de peso -

Rússia - O meia da seleção portuguesa, João Mário, confessa que a atual campeã europeia não está próximo dos principais favoritos a conquistar o título da Copa do Mundo. O jogador afirma que, mesmo com Cristiano Ronaldo, a equipe precisará se superar na estreia, já que enfrenta a Espanha na estreia e ainda, caso encontre o Brasil e a Alemanha durante o caminho.

"O Cristiano é, atualmente, o melhor jogador do mundo e, sem dúvida, a estrela principal desse Mundial. Todos sabem disso. Faltam adjetivos para descrevê-lo. Mas, honestamente, não podemos estar no mesmo nível da Espanha. Eles são mais favoritos pela história e por tudo que conquistaram nos últimos anos", disse o meia do West Ham, da Inglaterra.

"Seria presunção falar que estamos no mesmo nível da Espanha, e presunçosos não somos. Mas temos qualidades. Não podemos estar no nível de Espanha, Alemanha ou Brasil, mas vamos fazer de tudo para vencer todos os jogos e chegar o mais longe possível", prosseguiu.

A seleção portuguesa está no grupo B e estreia sexta-feira contra a Espanha, em Sochi. Em seguida, enfrenta o Marrocos, em Moscou, e por fim, o Irã, em Saransk, encerrando a primeira fase da Copa do Mundo. Contudo, o foco está em derrotar os campeões mundiais de 2010.

"Precisamos tirar a bola dos espanhóis, que é a grande característica deles. Mas não é uma coisa fácil. Temos grande respeito, mas sabemos que, para vencer o jogo, precisaremos ter alguma frescura e alguma bola. É uma característica nossa, algo que gostamos por natureza, e faremos de tudo para poder atacar melhor", disse João Mário, cobrando concentração.

"Todos sabemos que precisaremos estar no nosso melhor nível para poder vencer a Espanha. Sabemos a importância do Cristiano e a assumimos, mas Portugal vai ter outros dez jogadores que querem mostrar que estão à altura deste tipo de jogos. Toda a seleção, incluindo o Cristiano Ronaldo, irá fazer uma grande partida contra a Espanha e de tudo para vencer", completou, destacando a rivalidade existente.

"Muita ansiedade, pouco nervosismo. Um Portugal x Espanha é sempre um jogo especial. É normal que, com o aproximar dos dias, queremos que chegue logo o dia de jogo e disputar uma partida como esta. Há experiência no grupo, sabemos como lidar com isso. Temos de nos preparar da melhor forma possível para que toda a seleção chegue ao jogo na máxima concentração na sexta-feira e fazer um grande jogo", finalizou.

Últimas de Esporte