Fla derrota a Chape e segue na luta: 2 a 0

Com gols de Renê e Diego, time encerra jejum de três jogos sem vitórias e faz homenagem a Juan, seriamente lesionado

Por

O Flamengo ganhou mais do que os três pontos ao bater a Chapecoense por 2 a 0, no Maracanã, em dia de homenagens a Juan. O resultado interrompeu a sequência rubro-negra de três rodadas sem vencer no Brasileiro um empate e duas derrotas, além da eliminação da Libertadores e injetou confiança no time para o primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, quarta-feira, contra o Corinthians, em casa. A equipe de Mauricio Barbieri foi aos 44 pontos, subiu para o terceiro lugar, atrás de Inter (46) e São Paulo (49).

Apesar do domínio de jogo, o Flamengo não conseguia ameaçar a Chapecoense no início. A torcida, que apoiava o time na primeira metade da etapa inicial, começava a perder a paciência. Até que Renê, de pé direito, bateu colocado, de fora da área, e abriu o placar aos 43.

"Esse gol é em homenagem ao Juan, que infelizmente sofreu uma lesão", disse o camisa 6 no intervalo.

No segundo tempo, Diego também dedicou seu gol a Juan. Após converter cobrança de pênalti, aos 11, o meia pegou no banco a camisa número 4 com o nome do zagueiro, que corre o risco de ter a carreira encerrada pela lesão. No final, Berrío voltou aos gramados depois de 11 meses ao substituir Uribe.

 

Comentários

Últimas de Esporte