Maraca liberado para jogo da Sula

Diretoria negocia e terá o estádio para duelo com o Deportivo Cuenca, no dia 4

Por

Torcida tricolor promete comparecer em peso contra o Cuenca -

Dos males, o menor. O Fluminense entrou em acordo com a concessionária que administra o Maracanã e poderá utilizar o estádio na partida de volta contra o Deportivo Cuenca (Equador), pela Copa Sul-Americana, dia 4 de outubro. Um trunfo importante rumo às quartas de final, já que a torcida promete comparecer em peso e planeja uma festa na arquibancada.

Com o anúncio na segunda-feira que o Maracanã seria interditado para a reforma do gramado entre amanhã e 9 de outubro, o Fluminense seria o único prejudicado, já que a concessionária abriu uma exceção para o Flamengo porque os ingressos para o jogo contra o Atlético-MG, dia 23, já estão à venda. Nesse período, o Tricolor tem três duelos como mandante, o mais importante pela Copa Sul-Americana.

Assim que soube da interdição, a diretoria tricolor se movimentou para tentar a liberação para o duelo com o Cuenca. Pesou a favor a expectativa de bom público, o que trará lucro à concessionária, que ainda cobra o clube por dívidas de aluguel.

Com a permanência no Maracanã, a torcida poderá seguir com os planos para a festa. Já foram arrecadados mais de R$ 4 mil e falta pouco para alcançar a meta.

"É a nossa casa, onde o torcedor está acostumado a ir. Para a gente, é bom atuar lá, independentemente do gramado. O importante é a torcida comparecer", afirmou Jadson.

Para os dois duelos nesse período de interdição do Maracanã pelo Brasileiro em casa, contra Grêmio e Paraná, o mais provável é que o Fluminense atue no Engenhão. Falta acertar com o Botafogo o valor do aluguel.

 

Comentários

Últimas de Esporte