Emre Can é acusado de discriminação por torcedores - Reprodução
Emre Can é acusado de discriminação por torcedoresReprodução
Por O Dia

Itália - Em dias de conscientização, ainda é possível ver discriminação dentro do futebol. Isso porque, após a expulsão de Cristiano Ronaldo no primeiro tempo do confronto entre Juventus e Valencia, o meia Emre Can causou polêmica ao criticar a decisão do árbitro.

"Isso era para cartão vermelho? Eu ouvi que ele disse ter sido por um puxão de cabelo. Nós não somos mulheres, estamos jogando futebol. Se você dá um cartão vermelho para isso, você deve ser expulso por qualquer falta. Com 100% de certeza, isso não é para cartão vermelho", disse Emre Can ao canal alemão 'DAZN'.

Como esperado, a declaração repercutiu nas redes sociais e internautas afirmaram que alemão foi infeliz no comentário. Contudo, o jogador não se manifestou após a polêmica.

"Emre Can recorrendo ao sexismo para defender Ronaldo", escreveu um seguidor.

Com a expulsão, CR7 se ausenta de confrontos importantes da Juventus na fase de grupos. O atacante não participará do jogo contra o Young Boys, no dia 2 de outubro, por conta da suspensão automática. Contudo, a Uefa ainda pode aumentar a punição. No dia 27, o Comitê Disciplinar de Ética e Controle vai avaliar lances da rodada e a pena de CR7 pode ter aumento de até três rodadas, deixando-o de fora de duas partidas contra o Manchester United.

 

Você pode gostar