Diego participou ontem do treino físico do Fla no Ninho do Urubu - Gilvan de Souza / Flamengo
Diego participou ontem do treino físico do Fla no Ninho do UrubuGilvan de Souza / Flamengo
Por

Rio - O técnico Dorival Júnior ganhou dois importantes reforços para a reta final do Campeonato Brasileiro. Pela primeira vez no Flamengo, ele poderá levar a campo Diego e Diego Alves, que retornaram de lesão e, ontem, fizeram o primeiro treino sob seu comando. Mas, enquanto o goleiro é titular absoluto, o camisa 10 terá que brigar por posição.

Durante o trabalho tático, realizado no Ninho do Urubu, Diego Alves começou o treino entre os titulares e tomou a vaga de César, que não foi vazado enquanto substituiu o camisa 1. Diego ficou entre os reservas, já que Willian Arão vive seu melhor momento no ano e Lucas Paquetá, agora jogando centralizado, cresceu de produção.

Com duas vitórias consecutivas por 3 a 0 sobre Corinthians e Fluminense , a titularidade de Diego, antes quase intocável, agora não é unanimidade entre os torcedores. Apesar da liderança técnica que ele exerce, sua ausência coincidiu com a evolução da equipe treinada por Dorival, que não deu pistas sobre a escalação do meia para o duelo com o Paraná, mas ressaltou sua importância para o Rubro-Negro.

"Ele ainda se encontra em uma fase de transição, vamos ter calma, vamos analisá-lo ao longo da semana. Estando com possibilidades, é natural que será integrado (ao elenco). É um jogador importante para a nossa equipe, mas tudo vai acontecer no momento adequado", disse Dorival, após o clássico diante do Fluminense, sábado, no Maracanã.

Em relação ao time que enfrentou o Corinthians e o Fluminense, a única alteração, além do goleiro, foi a entrada de Rhodolfo no lugar de Réver, que sentiu dores na coxa, no segundo tempo do duelo com o Tricolor, e fez trabalho em separado na academia, mas não teve lesão diagnosticada.

Você pode gostar
Comentários