Ex-árbitro da CBF e FIFA perde a batalha contra o câncer e morre aos 54 anos

Ele era presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Cearense de Futebol

Por O Dia

Milton Otaviano dos Santos morreu aos 54 anos
Milton Otaviano dos Santos morreu aos 54 anos -

Rio - O ex-árbitro Milton Otaviano dos Santos morreu na madrugada desta quarta-feira vítima de um câncer. Ele tinha 54 anos e era o presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Cearense de Futebol.

O corpo do ex-árbitro foi velado desde às 7 horas da manhã na funerária Alvorada, em Fortaleza. Depois das 13 horas, acabou sendo levado para Natal, no Rio Grande do Norte, onde será sepultado.

Milton Otaviano começou sua carreira de árbitro em 1990 no Rio Grande do Norte. Ele atuou como assistente de CBF e Fifa até 2008. Em 2009, ocupou o cargo de instrutor na entidade máxima do futebol brasileiro e no ano seguinte, assumiu a mesma função no quadro FIFA.

Chegou a Fortaleza em janeiro de 2013 quando aceitou o convite de Mauro Carmélio para comandar a Comissão de Arbitragem da federação local. Na luta contra o linfoma, Milton recebeu uma bela homenagem dos instrutores FIFA, em setembro de 2017, no curso RAP realizado em São Paulo.

Últimas de Esporte