Torcedor do River Plate é morto após festa do título da Libertadores e fãs do Boca Juniors são suspeitos

Polícia argentina investiga se o crime foi motivado pela rivalidade entre as torcidas

Por O Dia

Exequiel Aaron Neris foi esfaqueado e morreu na última segunda-feira
Exequiel Aaron Neris foi esfaqueado e morreu na última segunda-feira -

Argentina - A festa pelo título da Libertadores do River Plate não terminou nada bem. Exequiel Aaron Neris foi esfaqueado enquanto voltava para casa, ainda no domingo, e acabou morrendo. As informações são do jornal argentino 'Clarín'.

De acordo com o periódico, Exequiel tinha 21 anos e caiu em uma emboscada de torcedores do Boca Juniors. Ele estava com a camisa do River Plate no momento do crime. A polícia de Misiones já prendeu dois suspeitos, um de 18 anos e outro de 26. A artéria femoral, na perna esquerda, foi atingida pela facada e ele não resistiu. A faca utilizada foi encontrada em um lixo próximo do local da emboscada. Fora isso, a polícia apreendeu roupas com manchas de sangue que estavam com os suspeitos.

As autoridades investigam se o crime foi motivado por conta da rivalidade entre as torcidas. Segundo Lúcia, mãe de Exequiel, o filho afirmou que foram torcedores do Boca Juniors que o atingiram. "Eles me atacaram por eu celebrar o jogo, por ser fã do River".

Vizinhos contam que viram o jovem correndo após ser esfaqueado e que depois ele caiu perto da casa de um amigo e pediu para que seu irmão fosse avisado. Ele foi socorrido e levado para o hospital, mas morreu na última segunda-feira.

Últimas de Esporte