Goleiro, um problema em comum para os grandes clubes do Rio

Flamengo, Vasco, Botafogo e Fluminense analisam o mercado

Por O Dia

Diego Alves não sabe se ficará no Fla
Diego Alves não sabe se ficará no Fla -

Rio - Quatro rivais e uma posição em comum a resolver: a de goleiro. Cada um com seus problemas, Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco têm as férias deste mês para solucionar problemas em uma das posições mais importantes de seus elencos.

Galeria de Fotos

Fica? Diego Alves criou saia justa no Flamengo Gilvan de Souza / Flamengo
Sem Jefferson, Botafogo procura reserva de Gatito Vitor Silva / SSPress / Botafogo
Martín Silva está muito perto do adeus ao Vasco Gregório Jr. / Vasco
Valorizado, Júlio César quer aumento salarial no Flu LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Dos quatro, o Botafogo talvez seja quem está com a situação mais confortável, já que tem contrato com seu titular Gatito Fernández. Ainda assim, o paraguaio tende a desfalcar várias vezes a equipe em 2019 por causa de convocações para a seleção.

Pensando nisso, a diretoria está no mercado em busca de outro goleiro experiente para suprir a aposentadoria de Jefferson. Um dos nomes cotados é o de Diego Cavalieri, sem clube desde que saiu do Crystal Palace, da Inglaterra. Titular na emergência em 2018, Saulo será emprestado para ganhar mais rodagem.

Um contraponto ao Botafogo é o Fluminense, com a situação mais delicada. Três goleiros do elenco nesta temporada não têm contrato para 2019. O uruguaio De Amores não ficará, mas a diretoria tenta manter Júlio César e Rodolfo. A negociação mais complicada é a do titular, pois, valorizado, quer aumento salarial e um contrato mais longo, o que emperrou avanços.

Já o reserva está com acerto bem encaminhado, mas depende da liberação do Oeste, que detêm os direitos econômicos para novo empréstimo. Uma compra seria difícil devido à crise financeira no Fluminense. O clube paulista quer jogadores em troca de Rodolfo e ainda não houve consenso em relação aos nomes.

SOLUÇÃO PARA EX-TITULAR

Para o Flamengo, a situação do goleiro para 2019 passa por um problema maior e será uma das prioridades da nova diretoria. Titular ao longo de 2018, Diego Alves foi afastado após se desentender com Dorival Júnior e continua com a situação indefinida. Com a saída do treinador, há a chance de que o goleiro, com contrato até 2020, seja mantido, mas dependerá de uma conversa entre os futuros dirigentes e Abel Braga.

Com a indefinição, a diretoria rubro-negra já fez algumas sondagens e, inclusive, buscou informações sobre Gatito Fernández. Entretanto, o paraguaio renovou recentemente com o Botafogo e tem multa de R$ 20 milhões. Por enquanto, César está garantido no grupo.

No Vasco, a chance de perder Martín Silva é real. Barrado na reta final pelo técnico Alberto Valentim, o uruguaio não gostou de se sentir desprestigiado e já abriu conversas com Cerro Porteño e Libertad, ambos do Paraguai. Como o Cruzmaltino ainda tem dívidas com ele, uma rescisão para evitar problemas na Justiça é uma possibilidade.

Nesse panorama, Fernando Miguel, que barrou o ídolo da torcida e dono da posição nos últimos quatro anos, deve ser mantido como titular, mas o reserva seria o inexperiente Jordi.

Comentários

Últimas de Esporte