Ex-atacante do Fluminense deverá ser 'homem forte' do Esporte em governo Bolsonaro

Campeão brasileiro pelo clube carioca pode ocupar cargo de Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (SNELIS).

Por O Dia

Washington é ídolo do Fluminense
Washington é ídolo do Fluminense -

Rio - Campeão brasileiro pelo Fluminense em 2010, o atacante Washington deverá ser o responsável por cuidar da maior parte do orçamento da área de esporte no governo Jair Bolsonaro (PSL). Ele é filiado ao PDT e já foi vereador por Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. As informações são do portal "UOL".

Em novembro, logo depois da eleição de Bolsonaro, ele assumiu um lugar na Câmara dos Deputados, na cadeira de Onyx Lorenzoni (DEM), de quem era suplente. De acordo com o site, teria sido o próprio ministro da Casa Civil, um dos responsáveis por conseguir emplacar o nome de Washington no cargo de Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (SNELIS).

Esta é uma das quatro secretarias sob o guarda-chuva da Secretaria Especial de Esporte, mantendo o mesmo status de como era no Ministério do Esporte, que tinha também a ABCD (antidoping), a de Alto-Rendimento e a de Futebol e Diretos do Torcedor.

Washington é o segundo ex-atleta a ser escolhido para um cargo de primeiro escalão no esporte. O campeão olímpico e mundial de vôlei de praia Emanuel Rêgo será o secretário da ABCD, mas até agora não foi nomeado.

Comentários