Sadi é ídolo no clube gaúcho - Internacional/Divulgação
Sadi é ídolo no clube gaúchoInternacional/Divulgação
Por O Dia

Porto Alegre - O ex-lateral Sadi Schwerdt que foi capitão do Internacional durante boa parte dos anos 2000, Sadi jogou no Inter de 1961 até 1970, sequência interrompida apenas por uma breve passagem pelo Athletico-PR, em 1962. Em 1971 e 1972, atuou pelo Corinthians, onde encerrou a carreira. 

Ele foi convocado para a seleção brasileira em 1965, também sendo lembrado para a equipe nacional em 1968, para uma excursão pelo futebol europeu e também para compromissos na América do Sul e no País. Naquele ano, inclusive, fez um gol contra o Uruguai, em amistoso realizado no Pacaembu.

Depois da aposentadoria no futebol profissional, Sadi começou a carreira política e foi vereador pelo MDB de 1973 a 1982. Mais tarde, trabalhou como comentarista esportivo na Rádio e na TV Pampa, nos anos 1990. Recentemente, lançou o livro a biografia "Nosso Capitão" (Editora Libretos, 2017).

O velório ocorre a partir das 11h desta quarta-feira (27/02), no cemitério João XXIII, capela 5. O enterro está marcado para as 18h.

Você pode gostar
Comentários