Cristiano Ronaldo é imune a pressão e Neymar muito afetado

Estudo encomendado pela KU Leuven e a SciSports analisou sete mil jogos em sete competições para mostrar o desempenhos dos jogadores de futebol

Por O Dia

CR7 (na época de Real Madrid) e Neymar.
CR7 (na época de Real Madrid) e Neymar. -

Rio -  Sabe aquele ditado de que jogador diferenciado é aquele que não sente jogo decisivo? Pois bem, segundo estudo encomendado pela 'KU Leuven e SciSports', esse exemplo de jogador é o Cristiano Ronaldo. E Neymar, o oposto.

"O cenário ideal é o jogador ter uma performance estável, independentemente da pressão. As nossas análises mostram, por exemplo, que Cristiano Ronaldo é imune à pressão: as suas performances são regulares. O jogador brasileiro Neymar, por outro lado, parece ficar sufocado em situações de stress e toma decisões", comentou o pesquisador da SciSports, Jan Van Haaren.

Os critérios usados para determinar quem sofre ou não com a pressão em jogos grandes foram os seguintes:

Condições da partida (fora ou dentro de casa; se o resultado terá grande impacto; se o rival é conhecido pelo jogador);

Desenvolvimento do jogo (se a pontuação muda as posições da tabela; fim do torneio); e

Tensão antes e durante a partida.

 

 

Comentários