Mais Lidas

Substituto, Richarlison admite peso da ausência de Neymar e mira artilharia

O atacante também enfatizou que será importante ele manter o bom nível de atuação que vem mostrando com a camisa do Everton

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Richarlison em coletiva
Richarlison em coletiva -

Portugal - Provável titular da seleção brasileira no amistoso deste próximo sábado, contra o Panamá, no Estádio do Dragão, na cidade Porto, em Portugal, Richarlison reconheceu nesta quarta-feira que a ausência de Neymar, lesionado, tem um peso grande para o time nacional. Porém, o atacante do Everton, da Inglaterra, ressaltou que está pronto para assumir protagonismo pela equipe dirigida pelo técnico Tite e disse projetar uma fase artilharia pelo Brasil.

"O Neymar faz uma falta muito grande aqui para nós, pois é um grande jogador, mas eu estou preparado. Acho que todos aqui sabem da responsabilidade. Se eu for jogar, vou fazer o meu melhor para que a seleção brasileira possa vencer as partidas. O Neymar faz um jogo difícil se tornar fácil, então ele vai fazer falta, mas acho que a gente vai suprir a ausência dele muito bem aqui", afirmou Richarlison, em entrevista coletiva na qual em seguida enfatizou o seu desejo de se tornar um goleador da seleção.

"Desde quando eu vim (foi convocado) pela primeira vez, eu vim com a intenção de ser artilheiro e fazer gols em todas as partidas. Querendo ou não, eu sou um cara que busco sempre o gol e fui convocado por fazer muitos gols pelo meu clube, então eu quero continuar fazendo muitos gols aqui e buscar essa artilharia com a camisa da seleção", reforçou o atacante.

O atacante também enfatizou que será importante ele manter o bom nível de atuação que vem mostrando com a camisa do Everton. "Primeiramente tenho de estar bem no meu clube para ser chamado para a Copa América. Espero continuar crescendo e evoluindo lá no meu clube para continuar sendo chamado", afirmou.

Richarlison também procurou tirar um pouco da responsabilidade que terá se for escalado, de fato, como titular neste sábado. Ao projetar a partida contra o Panamá, ele destacou: "Para o atacante, pressão é todo jogo. Tem de fazer gols em todo jogo para a equipe sair vencedora. Eu conheço pouco a equipe (panamenha), vi jogar na Copa. Mas acho que vamos fazer um bom jogo e espero que o Brasil possa sair vencedor", disse.

Nesta quarta-feira, Richarlison foi escalado pelo segundo dia seguido por Tite como titular em um treino da seleção em Portugal. Na atividade, Tite testou a mesma formação da atividade do dia anterior, que também incluiu o lateral-esquerdo Alex Telles.

Em sua primeira convocação para a seleção brasileira, Alex Telles deve estrear como titular. Chamado às pressas para a vaga de Filipe Luis, que se recupera de lesão, o jogador terá a chance de atuar "em casa", afinal, tem se destacado nas últimas temporadas com a camisa do Porto.

Outro jogador do time da casa que estará em campo é o zagueiro Éder Militão. Em grande fase com a camisa do Porto, o jogador já está negociado com o Real Madrid para a próxima temporada. Ele vai compor a dupla de zaga com Miranda no fim de semana.

Mais à frente, a novidade é Richarlison no time titular. Destaque do Everton, o atacante atuará pela ponta, na vaga de Neymar, que está lesionado. Ele terá a tarefa de municiar Roberto Firmino, que atuará mais centralizado, deixando Gabriel Jesus novamente no banco.

Nesta quarta, Tite permitiu que a imprensa acompanhasse apenas os primeiros minutos da atividade no CT do Porto, quando distribuiu os coletes para os titulares da linha. Ele não confirmou, mas a tendência é que Ederson ganhe uma chance no gol brasileiro no sábado.

Se confirmar a escalação que treinou na terça e na quarta, Tite levará a seleção a campo com: Ederson; Fagner, Éder Militão, Miranda e Alex Telles; Casemiro, Arthur, Lucas Paquetá, Philippe Coutinho e Richarlison; Firmino.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários