Maradona detona seleção argentina e diz: 'Não assisto filmes de terror'

Ex-craque não poupou críticas aos que comandam a seleção

Por O Dia

Diego Armando Maradona
Diego Armando Maradona -

Argentina - Sempre polêmico, Diego Maradona não poupou críticas ao desempenha da seleção argentina na vexatória derrota para a Venezuela, na última quinta-feira. Perguntado se havia assistido a partida, ele direto.

“Não assisto a filmes de terror. Os despreparados que comandam a seleção acreditavam que ganhariam? A Venezuela é uma equipe que está formada e aqui os dirigentes mentem permanentemente a nós. Assim, a Argentina não vai ganhar uma partida”, declarou o ex-jogador

Maradona também detonou o presidente da federação argentina de futebol, Cláudio Tapia.

“Eu sou muito argentino e me sinto parte de outro patamar de treinadores e jogadores. Não quero que pensem diferente, mas o que pensam Ruggeri, Batista, Giusti, Caniggia é ‘Esta equipe não merece a camiseta’. Os que nomeei aqui a levam tatuada. Demos a vida para que apareça um… não sei o que é Tapia (atual presidente da AFA), não sei se é professor de matemática, ou o que seja. Não tem ideia alguma do que faz.”

Comentários