Mais Lidas

Barcelona passa pelo United: 1 a 0

Espanhóis vencem graças a um gol contra. Na Holanda, Juve e Ajax ficam no 1 a 1

Por O Dia

Suárez celebra o gol da vitória do Barcelona sobre o Manchester United
Suárez celebra o gol da vitória do Barcelona sobre o Manchester United -

O Barcelona venceu por 1 a 0 o Manchester United, em pleno Old Trafford, no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, e abriu boa vantagem para decidir a vaga nas semifinais em casa, na semana que vem. O gol da partida foi contra, do defensor inglês Luke Shaw, aos 12 minutos de jogo, após cabeçada de Suárez, dando ao Barcelona a vantagem de avançar à próxima fase com qualquer empate.

Na jogada do gol, os jogadores do Barcelona, porém, precisaram esperar um pouco para comemorar, já que o árbitro inicialmente anulou o lance por um suposto impedimento de Suárez. O VAR entrou em ação e, corretamente, validou o lance.

"Fazer um gol rápido, fora de casa, obviamente te dá tranquilidade, e depois acho que soubemos jogar. Eles pressionam muito e o fato de não termos sofrido gol nos ajuda bastante", afirmou o zagueiro Piqué.

EMPATE EM AMSTERDÃ

Com um gol de Cristiano Ronaldo em sua volta depois de lesão, a Juventus conseguiu arrancar um empate em 1 a 1 com o Ajax, em Amsterdã, que lhe dá uma certa tranquilidade para decidir em casa a vaga nas semifinais da Liga dos Campeões, na próxima terça-feira, em Turim. O atacante português, que machucou a coxa direita em um jogo da seleção de Portugal no dia 25 de março, abriu o placar aos 45 minutos do primeiro tempo. O craque se infiltrou na área em velocidade e concluiu de cabeça com força um cruzamento de Cancelo para bater o goleiro Onana.

Foi o gol de número 125 do astro português na Liga dos Campeões — 41 deles marcados a partir das quartas de final —, competição na qual é o maior artilheiro da história.

O brasileiro David Neres, ex-São Paulo, igualou para o Ajax logo no início do segundo tempo, no primeiro minuto. O Ajax foi fiel a seu estilo e jogou um futebol envolvente e ofensivo, chegando a ter mais posse de bola (58%) e buscando mais a área adversária do que os italianos (17 chutes a gol contra 6), diante de uma Juventus que quase não assustou, principalmente na segunda etapa, e que pode dar graças a Cristiano Ronaldo pelo bom resultado obtido na capital holandesa.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários