Figo reprova soco, mas entende reação instintiva de Neymar

Bola de ouro em 2001, português vê Neymar entre os melhores do mundo e elogia Vinícius Junior

Por MARCELO BERTOLDO

Figo falou sobre o momento de cobrança sobre Neymar
Figo falou sobre o momento de cobrança sobre Neymar -

Rio - O Pão de Açúcar, na Urca, foi o cenário escolhido para receber Luis Figo, embaixador da Uefa, e do concorrido troféu da Liga dos Campeões. No evento promocional organizado pela entidade, o português não se esquivou de perguntas sobre o conturbado momento de Neymar, principal astro do Paris Saint-Germain. Após a perda do título da Copa da França, ele desferiu um soco no torcedor do Rennes, que o provocou.

"Como jogador, posso entender o Neymar. Acho que é uma ação que tem que ser reprovada. Mas entendo que depois de um jogo importante, em que você perde um título, está chateado, e pode perder a cabeça por uma provocação. É uma situação que não deve existir, mas entendo, por tudo aquilo que envolveu essa ação. Não é uma defesa, mas é entender uma ação instintiva. Aprende-se com os erros, espero que não volte a acontecer", disse Figo, que foi alvo de críticas e provocações quando trocou o Barcelona pelo Real Madrid, em 2000.

Suspenso pela por três jogos pela Uefa, por ofensas à arbitragem no confronto entre PSG e Manchester United, o atacante não vive a sua melhor fase, mas ganhou a defesa de Figo no quesito futebol. Eleito pela Fifa como o melhor do mundo em 2001, o português vê Neymar entre os principais jogadores em atividade e crê no potencial do brasileiro para alcançar o topo.

"Trata-se de um dos melhores de todos os tempos. A sua qualidade é impressionante. Ele sofreu duas lesões que o atrapalharam. Vejo uma demasiada responsabilidade, de um país inteiro, a pressão de ser sempre campeão. Ele tem essa responsabilidade porque tem qualidade. Portanto, penso que pode ganhar qualquer título individual. Estes, vêm acompanhados de títulos coletivos. Isso é importantes", destacou Figo.

Vinícius Junior é elogiado

Ídolo do Real Madrid, Figo classificou como 'onda de ar fresco' a chegada de Vinícius Junior ao clube. Se a fase coletiva do multicampeão espanhol não era das melhores, o brasileiro conseguiu amenizar a crise com carisma e personalidade com a bola nos pés. O atacante, que está nos planos de Tite, sofreu uma grave lesão no tornozelo direito e segue em tratamento desde o início de março.

"É um jogador que teve, até o momento em que se lesionou, uma temporada fantástica, ajudou o Real Madrid a superar certos problemas. Foi uma onda de ar fresco pelas qualidades demonstradas. Pelo jogador que é e pela qualidade, pode chegar onde quiser. É uma questão de evoluir, implementar seu futebol na Liga. E que o clube o ajude com uma dinâmica positiva para os próximos anos. Ele fez um ano muito bom, mas em termos coletivos o Real não teve um ano positivo", avaliou Figo.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários