Márcio Araújo - Sirli Freitas/Chapecoense
Márcio AraújoSirli Freitas/Chapecoense
Por Lance
Rio - Márcio Araújo pode não ter deixado tantas saudades na torcida do Flamengo, mas isso não torna a sua passagem pelo clube menos marcante para o atleta. Atualmente na Chapecoense, o volante viverá um momento especial neste domingo, às 11h, no Maracanã, quando enfrentará o seu clube do coração. O próprio comentou sobre o "sentimento especial" de quando era torcedor assumido na infância.
"Eu sempre falo que fui torcedor na infância. Era torcedor assumido, daquele que sofria e se alegrava junto com o time. Mas, quando viramos profissionais, isso praticamente morre e damos a vida pelo clube que defendemos. (...) Hoje, todo se conhece e conhecemos a qualidade do Flamengo dentro do Campeonato Brasileiro", contou.
Publicidade
Aos 34 anos, Márcio Araújo teve passagem de três anos pelo Flamengo. Entre os momentos marcantes, está o gol marcado contra o Vasco, na final do Campeonato Carioca. Entre os momentos ruins, as constantes críticas devido a sua titularidade contra Gustavo Cuéllar, o xodó da torcida. Apesar de tudo, o volante afirma que o sentimento atual é de carinho pelo clube.
"Acho que não só Flamengo, mas todos os times que defendi eu pude marcar na minha passagem e me dedicar ao máximo. O Flamengo por ser um clube onde fui torcedor na minha infância, tenho um carinho. Também pelos amigos que deixei lá, profissionais, é a parte boa. Você conhece pessoas simples que marcam a nossa vida. Sempre bom rever o Flamengo. Me sinto muito feliz".
Publicidade
A tendência é que o Flamengo vá com uma equipe recheada de reservas para a partida contra a Chapecoense, mas isso não relaxa Márcio Araújo. O volante lembra da partida contra o São Paulo, onde o Rubro-Negro também atuou com reservas, para lembrar da dificuldade das partidas.
"Vão ser vários fatores. Não muda nossa responsabilidade, o Athletico-PR tinha jogo decisivo na Libertadores e poupou no último jogo. Isso faz parte dentro de um Campeonato Brasileiro que é bem equilibrado. O Flamengo, mesmo mesclado, complicou o São Paulo na ultima rodada. Todos davam como certo uma vitória do São Paulo pelo time que o Flamengo colocou o campo", encerrou.