Bayern foi campeão Alemão - Reprodução
Bayern foi campeão AlemãoReprodução
Por ESTADÃO CONTEÚDO
Alemanha - Em uma das mais equilibradas disputas pelo título nos últimos anos, o Bayern de Munique levou a melhor sobre o Borussia Dortmund e conquistou neste sábado a 29.ª taça do Campeonato Alemão de sua história, a sétima de forma consecutiva. Diante de seus mais de 75 torcedores na Allianz Arena, em Munique, o time bávaro goleou o Eintracht Frankfurt por 5 a 1 e terminou a competição com 78 pontos - dois a mais que o rival, que venceu fora de casa o Borussia Mönchengladbach por 2 a 0.
Essa foi a primeira vez após 10 anos que o título na Alemanha não era decidido na 34.ª e última rodada. Em 2009, o Wolfsburg do atacante brasileiro Grafite foi campeão superando o próprio Bayern de Munique. De lá para cá, sempre o time bávaro ou o Borussia Dortmund, que tinha Jurgen Klopp no comando, faturou a taça com rodadas de antecedência.
Publicidade
Com a conquista do Campeonato Alemão, o Bayern de Munique tentará no próximo sábado a dobradinha no país com o título da Copa da Alemanha - a final será contra o RB Leipzig, no estádio Olímpico, em Berlim. Esta partida marcará a despedida de três jogadores emblemáticos para o time nos últimos anos: o meia/atacante holandês Arjen Robben, o atacante francês Franck Ribéry e o lateral-direito brasileiro Rafinha.
Neste sábado, no último jogo deles perante a torcida do Bayern de Munique, os três foram homenageados. Antes da bola rolar, receberam homenagens no centro do gramado, além de um mosaico feito pelos torcedores em agradecimento. Eles entraram no segundo tempo, para delírio de todos os presentes, e Ribéry e Robben marcaram um gol cada - o do francês foi um golaço, com direito a cavadinha na saída do goleiro. Kingsley Coman, David Alaba e Renato Sanches marcaram também para os bávaros.
Publicidade
O Borussia Dortmund, que sonhava com o título, visitou o Borussia Mönchengladbach e fez a sua parte com os gols de Sancho no fim do primeiro tempo, revisado pelo VAR (árbitro de vídeo), e de Marco Reus, no início do segundo. O vice tem um gosto amargo, já que o time ficou boa parte da competição na liderança, perdendo-a em março para o Bayern de Munique.