Por Lance

 

Divulgação / Lance

(Alexandre Vidal / Flamengo)

Marcos Braz, definitivamente, quebrou o silêncio no Flamengo. Após uma semana conturbada, com direito a pedido de demissão do técnico Abel Braga, o vice-presidente de futebol compareceu ao Ninho do Urubu, nesta sexta-feira, para esclarecer as situações. Claro, o principal assunto foi a busca por reforços e o mandatário não titubeou: Rafinha está encaminhado, há conversa por Filipe Luís e existe interesse nos zagueiros Jemerson, do Monaco, e Zapata, do Milan. - Todo mundo sabe que o principal alvo é o Rafinha. Estive quase uma semana direto com ele. Tudo muito bem encaminhado, tudo certo, não posso dar detalhes sobre essa contratação. É um jogador que ainda tem contrato e uma história com o Bayern - declarou, sobre Rafinha.- Esses dois jogadores (Jemerson e Zapata) procedem. Aqui a gente não mente. Posso não responder, mas não minto. Os dois interessam ao Flamengo, mas é um ou outro. Tem que ter calma e o Flamengo terá calma - declarou, antes de completar ao falar da situação de Filipe Luís: - Estivemos com Filipe Luis e apresentamos o mesmo projeto que apresentamos pro Rafinha. Não é só troca de clube, é decisão de vida. Tinha uma convocação da Seleção e ele pediu um prazo. O prazo foi dado, asism como foi dado para o Rafinha - comentou.E MAIS:Flamengo procura Jorge Sampaoli, do Santos, mas ouve 'não'Abel critica diretoria do Fla: 'Não vou colocar o time que eles querem'Fla prepara evento para lançamento de álbum de figurinhasFlamengo recebe alvará definitivo para funcionamento do CT George HelalÉ o Ai-Jesus? Flamengo pode chegar ao 11º técnico estrangeiro Outro ponto bastante comentado por Marcos Braz foi a saída de Abel Braga e a busca pro um novo treinador. O vice-presidente tratou de rebater as acusações de "traição" e "falta de respaldo" ditas pelo comandante, negou que o clube conversou com o português José Mourinho e confirmou a reunião do presidente Rodolfo Landim com Jorge Jesus, o principal alvo da diretoria. - Entendo o desconforto do Abel, entendo a chateação, mas acho que ele teve apoio, acho que ele teve apoio de toda a comissão técnica. Todos eles. Do Noval, do Pelaipe, do Gabriel, todos... Quanto a mim, quando ele quis botar A, B ou C, sempre teve respaldo. Abel não é o primeiro, não é o único e não é o último técnico que sai chateado. É vida que segue e não vou falar mais desse assunto. A partir de hoje, é página virada no Flamengo o assunto Abel - disse. - Não existe absolutamente nada com relação a José Mourinho. O Flamengo não estava estava atrás de Mourinho, de B, de C... O Flamengo estava no mercado. Como foi feito contrato com Mourinho em 24h, 48h? Não tem Mourinho porque não foi procurado - disse sobre Mourinho, e aproveitou para falar sobre Jorge Sampaoli:- Essa relação com o Sampaoli começou no inicio do ano. O Sampaoli é técnico do Santos e o Flamengo não fará nenhum posicionamento por respeito ao Santos. São dois pontos. Tem o respeito ao Santos e o respeito ao contrato do Sampaoli - declarou Marcos Braz. E MAIS:

 

Você pode gostar
Comentários