Jorge Jesus e Rodolfo Landim - afp
Jorge Jesus e Rodolfo Landimafp
Por O Dia
Rio - O acerto do Flamengo com o treinador Jorge Jesus parece não ter agradado a todos. O jornal "Gazeta Esportiva" teve acesso a um suposto áudio do empresário brasileiro Cadmo Barros, que recentemente ofereceu os serviços do português a diversos clubes brasileiros, entre eles o Vasco, onde ele se mostra irritado por ter sido deixado de lado na negociação com o Rubro-Negro.
No áudio, Cadmo deseja sorte ao comandante em seu novo desafio, mas deixa claro sua chateação. Ele revela ainda que, além de Vasco e Atlético-MG, tentou colocar o nome do treinador em pauta no São Paulo.
Publicidade
Confira o conteúdo do suposto áudio:
Vi agora que o senhor acertou realmente com o Flamengo. Fico feliz e vou torcer pelo senhor, tenho certeza que vai dar tudo certo. Pelo outro lado, fico, de certa forma, triste porque perguntei há três dias e o senhor disse que não era verdade, que era mentira… Que estava acertando com o Pyramids, do Egito.

Eu quero só esclarecer ao senhor que sou seu amigo, independente de qualquer coisa de negócio, de clube. Sou seu amigo porque gosto do senhor, gosto da sua forma como profissional e quanto o senhor pode ser útil ao futebol brasileiro, pela sua maneira de trabalhar. Mas fico triste porque até um mês e meio atrás, quando iniciamos aquela conversa em fevereiro, em Dubai, eu comecei a trabalhar o seu nome aqui no futebol brasileiro… Nenhuma imprensa, nenhum clube falava no nome de Jorge Jesus aqui e isso eu digo com todas as letras, ninguém falava no seu nome. Primeiro lhe divulguei no São Paulo, depois falei com outros amigos em clubes e por último até a situação do Vasco, quando saiu a luz verde, com todo mundo falando seu nome aqui no Brasil.

Eu sei que o senhor acertou e não tinha nenhuma obrigação de falar comigo, mas só sei que nesse meio apareceram pessoas nos negócios que talvez tenham mais influência nos clubes do Brasil do que eu, mas eu tenho muito conhecimento, graças a Deus, e vou botar a cabeça no travesseiro e dizer: o seu nome foi divulgado aqui pelo trabalho que eu fiz, essas pessoas apenas pegaram pelo meio.

Desculpe o meu desabafo, mas eu não iria me sentir bem se não lhe dissesse isso. Vou ficar torcendo pelo senhor, que tudo dê certo no Flamengo. O senhor vai dirigir um dos melhores clubes do mundo, pode ter certeza disso. Eu confio e acredito no seu trabalho, sei que vai dar certo. Mas também conheço muito o futebol brasileiro e o senhor vai saber gerir essa situação.