Neymar virou 'bomba' para o PSG e clube estuda liberá-lo para o Barcelona

De acordo com jornal espanhol, Paris Saint-Germain pensa na contratação de Antonie Griezmann ou Ousmane Dembélé para substituir o brasileiro

Por iG

Neymar
Neymar -
Rio - O Paris Saint-Germain está pensando em como ‘se livrar’ de Neymar na próxima janela de transferências europeia sem manchar a imagem do jogador brasileiro. A notícia saiu no jornal espanhol El País .

De acordo com o periódico, uma fonte do clube anunciou que Neymar virou “uma bomba que o PSG não sabe desativar” e que a equipe tem em mente a contratação de Antoine Griezmann ou Ousmane Dembélé para substituí-lo.
Ainda segundo essa pessoa a contratação do camisa 10 da seleção brasileira está sendo considerada um erro da Oryx Qatar Sports Investments, empresa do dono do PSG, Nasser al-Khelaifi.

Hoje o valor de mercado de Neymar Jr. é de 180 milhões de euros (R$ 787 milhões), segundo o site tranfermarkt, abaixo do que o clube parisiense pagou por ele em 2017 em torno de 222 milhões de euros. Apesar desse desnível financeiro, o PSG não quer liberá-lo por um preço baixo.

O atacante brasileiro chegou a Paris em agosto de 2017 e desde então conquistou dois Campeonato Francês, uma Copa da França, uma Copa da Liga Francesa e uma Supercopa.

Porém, Neymar foi contratado para levar o PSG ao título da Liga dos Campeões e não conseguiu ser efetivo nesse objetivo. As constantes lesões e polêmicas extracampo também não tem ajudado na imagem do atleta entre a diretoria.

Um ponto chave que a fonte do El País revelou foi um relatório feito pelo técnico Thomas Tuchel, entregue ao diretor esportivo Antero Henrique em fevereiro, que aponta algumas dificuldades em seu trabalho, entre eles a ‘negligência da vida privada e profissional de Neymar’ que impossibilita o desenvolvimento de um ambiente de trabalho produtivo.

O texto do jornal ainda diz que o Barcelona é o único time que está interessado em Neymar no momento e que o PSG vê com bons olhos a investida do time catalão. Resta agora esperar para ver se o brasileiro continuará em Paris ou retornará ao clube que o consagrou na Europa.


Comentários