Filipinho brilha e fatura título em Saquarema pelo segundo ano seguido

Brasileiro também já havia vencido etapa brasileira do Circuito Mundial em 2015, na Praia da Barra

Por O Dia

O surfista Filipe Toledo (BRA) comemora após conquistar titulo da etapa do Circuito Mundial de Surf (WSL), Oi Rio Pro, realizado na praia de Itaúna, em Saquarema (RJ), neste domingo (23).
O surfista Filipe Toledo (BRA) comemora após conquistar titulo da etapa do Circuito Mundial de Surf (WSL), Oi Rio Pro, realizado na praia de Itaúna, em Saquarema (RJ), neste domingo (23). -

Saquarema - Filipe Toledo brilhou ontem no Oi Rio Pro, conquistando pelo segundo ano consecutivo o título na Praia da Barrinha, em Saquarema, onde foi disputada a quinta etapa do Circuito Mundial de surfe. Na decisão, Filipinho não deu chances ao sul-africano Jordy Smith. Foi o terceiro título do brasileiro no país, já que ele também havia vencido em 2015, mas na Praia da Barra da Tijuca. Filipinho, que havia sido vice-campeão em Bells Beach, na Austrália, em abril, conquistou sua primeira vitória em 2019 e, assim, subiu para a terceira posição no ranking. O havaiano John John Florence lidera mesmo após a desistência nas quartas de final de Saquarema por conta de uma lesão. Em segundo, aparece o americano Kolohe Andino.

Na decisão do título, Filipinho praticamente confirmou o título em duas ondas seguidas, quando ainda faltavam 20 minutos para terminar a bateria. Filipinho incendiou a torcida logo no início, largando na frente com nota 9,37. Na onda seguinte, o brasileiro recebeu 8,67. Jordy Smith passou a arriscar manobras grandes, mas sem completar nenhuma, até a vitória de Filipe ser anunciada por 18,04 a 8,43 pontos.

“Não sei o que acontece, mas quando chego nas quartas, semifinais, alguma coisa muda internamente em mim, especialmente aqui no Brasil”, disse Filipinho. “Essa torcida me deixa instigado e só quero fazer o meu melhor para eles. No surfe é muito difícil saber o que pode acontecer na água, ainda mais com o Jordy (Smith). Eu já tinha 18 pontos, mas ele poderia conseguir duas notas 9,0 e virar a bateria. Eu fiquei tenso até os últimos 30 segundos, mas certamente aquela minha primeira onda me deixou bem confiante e fiquei amarradão por ter vencido mais uma vez aqui em Saquarema”, completou.

No sábado, Filipinho já havia brilhado ao vencer, nas oitavas de final, o americano Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial. O brasileiro ainda passou pelo japonês Kanoa Igarashi, nas quartas, e pelo português Frederico Morais, nas semifinais. Na decisão, ele não deu chances ao sul-africano Jordy Smith, que chegou à final após superar Kolohe Andino na semi.

O bicampeão mundial Gabriel Medina foi o outro brasileiro a entrar na água ontem: ele vencia Kolohe Andino nas quartas de final, mas nos últimos minutos o americano virou ao encontrar uma boa onda e Medina ficou na quinta posição.

Entre as mulheres, o título de Saquarema ficou com a australiana Sally Fitzgibbons, que derrotou o havaiana Carissa Moore na final e assumiu a liderança do ranking. Silvana Lima e Tatiana Weston-Webb, as duas brasileiras que competem no Circuito Mundial, foram eliminadas nas quartas de final.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários