Zico é estrela de campanha veicular em Brasília

Oito painéis e um outdoor foram instalados com intenção de atingir os parlamentares que passam pelo local

Por O Dia

Zico
Zico -
Rio - Teve início nesta terça (02), a divulgação da campanha “Proteção Veicular é Legal”, promovida pela AAAPV (Agência de Autorregulamentação das Entidades de Autogestão de Planos de Proteção Contra Riscos Patrimoniais), cujo garoto- propaganda é o ex-jogador Zico. A ideia é conscientizar os parlamentares e a
população sobre a legalidade e idoneidade das associações de proteção veicular e patrimonial brasileiras.
Oito painéis digitais que ficam na rota do aeroporto, em Brasília/DF, além de um outdoor, já estão veiculando as imagens da campanha. A escolha dos primeiros meios de divulgação foi estratégica, pois o intuito é atingir os parlamentares que passam pelo caminho. Na semana que vem será votada a Medida Provisória (MP) nº 881/2019, que trata da liberdade econômica e atinge diretamente as associações de proteção veicular e patrimonial do País.
“Certamente teremos um grande alcance com a contratação dessas mídias, além da performance digital que alcançaremos nos próximos meses. Zico é respeitado e reconhecido em todo o Brasil. Se ele assina embaixo do nosso projeto, diz muito”, comentou o presidente da AAAPV, Raul Canal.
Sobre a AAAPV
A AAAPV (Agência de Autorregulamentação das Entidades de Autogestão de Planos de Proteção Contra Riscos Patrimoniais) é a principal entidade representativa do setor associativista. Fundada em 4 de maio de 2016, não tem fins econômicos, mas sim o compromisso de fortalecer o movimento associativista e suas relações com a sociedade, além de contribuir para o desenvolvimento econômico, social e sustentável
do País.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários