Everton Cebolinha acredita que Peru está bem diferente dos 5 a 0 da primeira fase

Atacante do Grêmio diz que assistiu à vitória dos peruanos sobre chilenos e que rival da decisão está diferente na maneira de jogar

Por O Dia

Teresópolis - Mesmo com a vitória de goleada sobre o Peru por 5 a 0 na fase de grupos, no Itaquerão, o discurso na Seleção é de respeito aos rivais, que estarão novamente no caminho do Brasil nesta Copa América, agora na briga pelo título do torneio, no domingo, às 17h, no Maracanã. Os peruanos, que se classificaram apenas em terceiro no Grupo ?, atrás da Venezuela, chegaram à decisão após a vitória sobre o Chile por 3 a 0, na semifinal, na Arena do Grêmio.
Questionado sobre o adversário da final, Everton Cebolinha afirmou que o adversário está bem diferente da goleada na fase de grupos: "Principalmente na maneira de jogar. Assistindo ao jogo de ontem, avaliando, é um time que tocou bastante a bola, posse de bola, e foi bem efetivo no ataque. Na chance que eles tiveram, fizeram os gols. Creio que vai trabalhar em cima disso pra neutralizar os pontos fortes".
Everton ganhou a vaga de titular na goleada sobre os peruanos, na primeira fase. Agora, o atacante do Grêmio projeta novo duelo com Paolo Guerrero, do Internacional: "Tem Gre-Nal, espero que possa levar a melhor aí (risos). O Guerrero é um grande jogador, tenho enfrentado ele algumas vezes, sei da dificuldade que é. Um jogador técnico, que protege bem a bola. Espero que ele não esteja em uma tarde feliz".
Everton também comentou fato de que apenas quatro jogadores da Seleção já disputaram uma final pelo Brasil: Daniel Alves, Thiago Silva, Filipe Luís e Miranda. "Em Seleção é bem diferente. Todos que estão aqui já disputaram grandes jogos na vida. Mas Seleção, Maracanã, tem um peso maior. É estar concentrado em fazer um grande jogo e trazer a torcida para o nosso lado", comentou.

Comentários