Jesus fala sobre pressão na Copa e admite: 'Também não gostaria de um 9 sem gols'

Atacante diz entender as críticas ao seu desempenho no Mundial da Rússia

Por O Dia

Gabriel Jesus foi criticado na Copa do Mundo, mas teve bom desempenho na Copa América
Gabriel Jesus foi criticado na Copa do Mundo, mas teve bom desempenho na Copa América -
Rio - Gabriel Jesus falou pela primeira vez abertamente sobre seu desempenho na Copa do Mundo. Em entrevista ao portal "UOL", ele disse entender as críticas pela escassez de gols no Mundial e falou sobre as dificuldades que teve dentro de campo.
"O peso do gol me complicou e eu aceito isso, aceito essa visão. Como torcedor, também não iria gostar nada de um camisa 9 de seleção brasileira, de tantos craques e referências para a gente, não fazer gol. Não é o fim do mundo. Não tive um bom momento no meu trabalho, isso acontece com todo mundo", afirmou o jogador.
No entanto, Jesus garantiu que em momento algum faltou empenho de sua parte para que a seleção brasileira tivesse um resultado melhor.
"Se fizesse um gol, mudaria tudo. Acredito que, mesmo a gente tendo sido eliminado, se fizesse um gol no primeiro ou no quinto jogo, mudaria toda a visão sobre a minha Copa. É isso que tiro, essa crítica: se fizesse um gol mudaria tudo. Acho que quer dizer que não fui tão mal, não é? Se não estivesse preparado lá, nem iria para a Rússia. Foi uma coisa que aconteceu, simples", completou

Comentários