Parceiro de Isaquias sofre mal súbito e Brasil não termina decisão do Pan

Por Lance

Isaquias Queiroz (E) e Erlon de Souza
Isaquias Queiroz (E) e Erlon de Souza -
Peru - A prova da final da categoria C2 1000m dos Jogos Pan-Americanos, neste sábado, foi marcada por um verdadeiro susto para os brasileiros. Erlon de Souza, companheiro de Isaquias Queiroz na modalidade, passou mal na metade do caminho e não pode completar a prova.

Segundo relatos do portal globoesporte.com, Erlon sentiu falta de ar após os 400m e não conseguiu mais remar. Isaquias percebeu que algo estava errado e sinalização a desistência da dupla na prova, onde são os atuais vice-campeões olímpicos e sul-americanos.

Erlon de Souza foi resgatado por uma lancha e foi levado para o atendimento médico fora da água, agasalhado numa manta de alumínio e sentado numa cadeira de rodas. O canoísta estava consciente, mas ainda há informações sobre a condição após o atendimento nem sobre o que causou seu mal-estar.

A disputa terminou com os cubanos Sergey Torres Madrigal e Fernando Jorge faturando o ouro, seguidos dos canadenses Craig Spence/Drew Hodges com a prata, e os mexicanos Guillermo Quirino/Rigoberto Camilo ficando com o bronze.

Isaquias Queiroz ainda em mais uma final para disputa no Pan de Lima: na segunda-feira, o baiano entra na água para a decisão do C1 1000m.

Comentários