Polícia prende suspeitos de roubo milionário na casa de zagueiro da Seleção

Grupo é suspeito de atuar em pelo menos cinco assaltos nos bairros nobres de Paris

Por O Dia

Thiago Silva teve sua casa roubada enquanto defendia o PSG em uma partida contra o Nantes
Thiago Silva teve sua casa roubada enquanto defendia o PSG em uma partida contra o Nantes -
França - A polícia da francesa prendeu nesta sexta-feira sete suspeitos de terem participado de assaltos milionários às casas de dois jogadores do PSG, entre eles, o brasileiro Thiago Silva. A informação foi publicada pelo jornal "Le Parisien", da França. O caso aconteceu em 2018.

Uma mulher e seis homens, com idades entre 25 e 29 anos, foram detidos pela BRB (Brigada de Repressão ao Banditismo), no subúrbio de Paris. Existe a suspeita de que o grupo tenha atuado em pelo menos cinco furtos nos bairros nobres da capital francesa.

Thiago Silva teve sua casa roubada no dia 22 de dezembro de 2018, enquanto ele estava defendendo o PSG em uma partida contra o Nantes. O assalto rendeu ao brasileiro um prejuízo de 600 mil euros, aproximadamente R$ 2,700 milhões.

Dois dias depois, Choupo-Moting, companheiro de Thiago no clube francês, foi vítima do mesmo crime. Dessa vez os ladrões levaram cerca de 1 milhão de euros, algo em torno de R$ 4,59 milhões, além de artigos de luxo. Na ocasião, o atacante camaronês estava estava com o seu time em uma partida contra o Liverpool.

Comentários