Funcionária de hotel diz que ex-técnico do Vasco lhe esfregou o pênis e tentou beijá-la à força

Copeira registou um boletim de ocorrência acusando Milton Mendes de estupro

Por O Dia

Ex-técnico do Vasco, Milton Mendes
Ex-técnico do Vasco, Milton Mendes -
Rio - Recém-saído do São Bento, o técnico Milton Mendes vem respondendo à acusação de estupro de uma funcionária de um hotel em Sorocaba, onde morava enquanto dirigia a equipe paulista. Nesta quinta-feira, o site "Globo Esporte" divulgou o conteúdo do boletim de ocorrência. O documento revela que o caso, que teria ocorrido no último dia 31, foi registrado no artigo 213 do código penal, que trata de estupro, e que o ex-treinador do Vasco é acusado pela vítima de tê-la beijado à força.
Segundo a copeira, que teve a identidade preservada, tudo começou quando Milton lhe enviou um bilhete com seu número de telefone e com os dizeres "me manda mensagem para a gente sair e conversar". Em seguida, ele teria entrado na cozinha a sua procura, alegando que queria dar um "tchau".
Milton Mendes teria se aproximado da vítima e esfregado seu pênis, fazendo com que ela constatasse que o órgão estava em ereção. Segundo a vítima, ela empurrou o treinador, afirmando que é casada, mas ele insistiu dizendo "só querer uma bitoquinha". Após a insistência, ele beijou sua boca e deixou o local.
A funcionária disse ter relatado o ocorrido ao seu gerente, mas que as câmeras do local registraram apenas a entrada e saída de Milton da cozinha. Questionado pelo gerente, Milton afirmou que "foi apenas um abraço".
Após a repercussão do caso, Milton Mendes pediu demissão do São Bento após a partida do último sábado, contra o Criciúma.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários