Neto, apresentador da Band - Reprodução
Neto, apresentador da BandReprodução
Por O Dia
Rio - O apresentar Neto ficou revoltado com o caso de racismo sofrido pelos brasileiros Taison e Dentinho, durante o jogo entre Shakhtar Donetsk e Dínamo de Kiev, no último domingo. Durante o programa "Os Donos da Bola", ele afirmou que o atacante deveria ter uma "doze" - uma arma do tipo espingarda - no momento dos gritos preconceituosos.
“O Taison não deveria ter mostrado o dedo para a torcida do Dínamo. Ele tinha é que ter uma doze. Se eu tivesse uma doze, era isso que iria lá neles. Cambada de vagabundos! Racistas desgraçados!", afirmou Neto.
Publicidade
Além do caso na Ucrânia, outros episódios de racismo foram registrados no Brasil neste fim de semana. No sábado, um jogador das categorias de base do Sport disse ter ouvido gritos de "pega esse macaco" vindos da torcida adversária. Um dia depois, um torcedor do Atlético-MG disse para um segurança do Mineirão "olhar sua cor" durante uma discussão.