Três torcedores são presos em jogo do Chelsea por supostos ataques racistas e homofóbicos

Clube publicou um nota em seu site oficial repudiando o ocorrido

Por O Dia

Jogadores do Chelsea voltam a ser alvos de ataques racistas por torcedores rivais na Inglaterra
Jogadores do Chelsea voltam a ser alvos de ataques racistas por torcedores rivais na Inglaterra -
Rio - Durante a partida entre Brighton e Chelsea, válida pelo Campeonato Inglês, nesta última quarta-feira, alguns fatos lamentáveis voltaram a acontecer. Três torcedores foram presos por conta de supostos ataques racistas e homofóbicos.
Dois torcedores do Brighton foram expuilsos do Falmer Stadium - um por supostos abusos racistas contra jogadores do Chelsea e outro por supostos ataques homofóbicos direcionados à torcida visitante. Um torcedor do Chelsea foi retirado do estádio após supostamente desferir ofensas homofóbicas contra apoiadores do time da casa.
Em nota no site oficial do Brighton, o vice-presidente do clube, Paul Barber, lamentou o ocorrido e se não seriam necessárias punições mais severas em casos semelhantes. Confira:

Se a perspectiva de um banimento vitalício de assistir seu clube jogar futebol não é um impedimento forte o suficiente, precisamos fazer a pergunta sobre se os tribunais devem ter o poder de aplicar punições mais severas? O futebol só pode fazer muito, e estamos cansados da reputação do jogo ser manchada por essas pessoas.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários