Zagueiro fala da preparação do Bangu e projeta estreia contra o Vasco

Primeiro desafio na Taça Guanabara é fora de casa, neste domingo

Por O Dia

Michael
Michael -
Rio - Terceiro colocado no último Campeonato Carioca, o Bangu dará o pontapé inicial na Taça Guanabara neste domingo, 19, às 16h (de Brasília), contra o Vasco da Gama, em São Januário. O Alvirrubro conseguiu manter parte dos jogadores que atuaram no ano passado, dentre eles o atacante Jairinho, que foi emprestado ao próprio Vasco e ao Atlético-GO na última temporada, além dos zagueiros Michel e Rodrigo Lobão, o lateral Dieyson, o meia Robinho e outros destaques. Também traz novidades como o goleiro Matheus Inácio, ex-Fortaleza, e o lateral-direito Raul, que integrou o grupo do Grêmio campeão da Libertadores da América, e o Corinthians, seu último clube.

O Bangu iniciou a preparação no dia 18 de novembro no Moça Bonita e depois manteve a programação no CT Deodoro. Na volta das festas de fim de ano o grupo intensificou o trabalho no CT João Havelange, em Pinheiral, no Sul Fluminense, aplicando treinos em período integral. Nesses dois meses fez seis jogos-treinos, vencendo o sub-20 banguense por 3 a 1 e o Porto Real por 1 a 0, empatando com o Madureira sem gols e com o Boavista por 1 a 1, também foi superado pelo Porto Velho-RO e Portuguesa-SP, ambos por 1 a 0.

Indo para o seu terceiro Campeonato Carioca pelo time da Zona Oeste, o zagueiro Michel aprova o período de preparação e elogia o ritmo do técnico Eduardo Àllax.

"Fizemos uma ótima pré-temporada. A equipe já tem uma base boa que ficou do ano passado e isso é muito importante, pois são jogadores que conhecemos. O Eduardo (Àllax) é um excelente treinador, é meu primeiro trabalho com ele e estamos acreditando. Agora é esperar a bola rolar para fazermos um ótimo campeonato", considera o capitão da equipe, que continua:

"Acredito que a diretoria do Bangu tem um projeto grande e isso é importante quando eles fazem o convite para nós jogadores. Esse é meu terceiro ano no Bangu, eu acredito muito no trabalho e a gente vem muito bem. Em 2018 e 2019 fomos bem e isso só aumenta nossa responsabilidade. Acredito que a gente tem que que ter plena confiança no trabalho e vencer os jogos".

Para o confronto de estreia Michel não vê moleza, mas tira dos últimos encontros com o Vasco da Gama a possibilidade de repetir duelos pareados.

"Sabemos que vai ser um jogo difícil, mas fizemos grandes jogos no ano passado contra o Vasco e acredito que possamos repetir e fazer grandes jogos também contra outras equipes. Que o torcedor venha e nos apoie nos estádios", conclui.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários