R10 (E) e Assis no momento em que tiveram os papéis apreendidos - Reprodução do Twitter / Fiscalía Paraguay
R10 (E) e Assis no momento em que tiveram os papéis apreendidosReprodução do Twitter / Fiscalía Paraguay
Por O Dia
Rio - Na manhã desta quinta-feira, duas mulheres foram detidas no Paraguai suspeitas de envolvimento em suposto passaporte falso usado por Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Assís.
"As duas mulheres detidas são as que, no começo de janeiro, solicitaram formalmente as identificações para seus passaportes", afirmou o comissário Gilberto Fleitas em entrevista à rádio paraguaia 1080 AM.
Publicidade
Uma das mulheres suspeitas é María Isabel Gayoso, que se encontra na sede da Investigação de Delitos para prestar depoimento. A outra se chama Esperanza Apolonia Caballero. Segundo informações do jornal La Nación, as duas se mostraram surpreendidas e negaram qualquer relação com o caso.
"Eu pedi o documento porque me ofereceram trabalho na Argentina, mas não me pediram passaporte. Eu vi as notícias, mas jamais achei que teria algum envolvimento", afirmou María Isabel Gayoso.
Publicidade
O promotor Federico Delfino afirmou que a identidade utilizada por Ronaldinho foi expedida em janeiro, mas afirmou que a numeração pertencia a outra pessoa. Ou seja, as cédulas do documento são idênticas, mas com "conteúdo falso".