O repórter Andrei Kampff se despediu da Globo após mais de 25 anos na emissora em junho do ano passado. Andrei e Globo tiveram uma longa negociação para a renovação de contrato, mas não houve acerto entre ambas as partes. Atualmente ele está no DAZN.  - Reprodução de TV
O repórter Andrei Kampff se despediu da Globo após mais de 25 anos na emissora em junho do ano passado. Andrei e Globo tiveram uma longa negociação para a renovação de contrato, mas não houve acerto entre ambas as partes. Atualmente ele está no DAZN. Reprodução de TV
Por O Dia
Rio - Com os aumentos dos casos causados pelo Covid-19, o novo coronavírus, a editoria de esporte do Grupo Globo tem avaliado sua política em relação as viagens para a cobertura de eventos que ainda não foram cancelados por conta da pandemia, sobretudo com o futebol brasileiro que ainda não se posicionou sobre o calendários dos jogos.
De acordo com o "UOL", as viagens previstas dos repórteres estão mantidas e que a emissora avalia cada caso. A Globo não cogita deixar de cobrir qualquer acontecimento e por isso aumentou suas medidas de prevenção como aumento do álcool em gel, além de outros protocolos.
Publicidade
A reportagem entrou em contato com a Comunicação do Grupo Globo, que afirmou que estão seguindo os mesmos códigos de outros gigantes veículos de comunicação. "Nenhuma viagem ou cobertura internacional necessária deixará de ser feita, desde que garantida a segurança de nossos funcionários. Cada viagem está sendo avaliada individualmente, assim como nas grandes empresas globais", diz o Comunicado da Globo.