Até o treinador, Renato Gaúcho, aderiu o protesto - Reprodução Premiere
Até o treinador, Renato Gaúcho, aderiu o protestoReprodução Premiere
Por O Dia
Porto Alegre - Com a eminência do Covid-19, o novo coronavírus, o Grêmio pede a paralisação do Campeonato Gaúcho. Na partida deste domingo diante do São Luiz-RS, os jogadores do Tricolor Gaúcho entraram em campo usando máscaras em forma de protesto.
A diretoria do Imortal se posicionou contra a FGF (Federação Gaúcha de Futebol), que manteve a terceira rodada do estadual, no entanto com os portões fechados. 
Publicidade
"Essa manifestação dos atletas entrarem de máscara deixa implícito nosso apoio de que o campeonato precisa ser paralisado para as coisas ficarem claras. Os países que estão controlando a situação são aqueles que tomaram atitudes duras. Temos que priorizar a vida", disse Paulo Luz, vice-presidente de futebol do Grêmio. 
No Rio Grande do Sul já são sete casos da doença confirmados. Cinco em Porto Alegre, um em Caxias do Sul e outro em Campo Bom, cujo já foi liberado da quarentena.