Cafu diz que trabalho de Jorge Jesus é idêntico ao de Renato e se posiciona contra estrangeiro na Seleção

Pentacampeão falou sobre momento do futebol brasileiro

Por O Dia

Renato Gaúcho
Renato Gaúcho -
Rio - Um dos ex-jogadores mais vitoriosos da história do futebol brasileiro, Cafu, deu uma opinião polêmica sobre o atual momento do esporte nacional. Presente nas conquistas das Copas de 1994 e 2002, ele se disse contra um treinador estrangeiro no comando da seleção brasileira.
''Nós ganhamos cinco Copas do Mundo com treinador brasileiro, jogando o melhor futebol do mundo. Fase ruim todo mundo passa. O trabalho que o Jesus fez no Flamengo é idêntico ao que o Renato Gaúcho fez no Grêmio nos primeiros dois anos. Por que não dar uma chance para o renato Gaúcho se o Tite sair. Temos os nossos que são bons 'para caramba'", disse em participação em programa da "Fox Sports".
Além disso, Cafu fez algumas críticas sobre a forma como a equipe de Tite vem atuando recentemente. ~Não existe uma parte coletiva na seleção brasileira. Isso está claro. Eu já joguei muitas Copas de Mundo e o que eu vejo que falta hoje é união e conjunto. Um time jogando em prol de um objetivo. Não pode se importar com quem vai ser o destaque, o artilheiro. Em 94, jogamos para Bebeto e Romário, e eles jogaram para o grupo. Em 98 e 2002, jogamos para o Ronaldo e o Rivaldo. Isso faz deles mais importantes? Não. Mas a gente sabia que eles poderiam resolver o jogo. E eles resolviam", opinou.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O DiaFaça uma contribuição

Comentários