Rubens Lopes, presidente da Ferj - Divulgação
Rubens Lopes, presidente da FerjDivulgação
Por O Dia
A Federação do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) emitiu nota, ontem, autorizando o retorno dos clubes cariocas aos treinos já nesta semana, em meio à pandemia do coronavírus. A entidade apenas pedia obediência a alguns protocolos de segurança. Horas depois, porém, o Governo do Estado do Rio de Janeiro e a Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro vetaram a liberação até o próximo dia 11.
A nota da Ferj atendia a gestos favoráveis do Ministério da Saúde e do presidente Jair Bolsonaro para a retomada das partidas de futebol. Flamengo e Fluminense, inclusive, dariam início, hoje, a um estudo para adequar o retorno dos atletas aos Centros de Treinamentos.
Publicidade
A resolução publicada pela Ferj e assinada pelo seu presidente, Rubens Lopes, deixa agora a decisão com cada clube em consenso com seus respectivos jogadores, desde que ocorra a liberação de atividades pelas autoridades governamentais.
Segundo o site globoesporte.com, a prefeitura alegou que esta semana será a mais preocupante na cidade com relação ao número de pessoas infectadas pela Covid-19. Já a a assessoria de imprensa do governo destacou a importância de as medidas restritivas serem obedecidas no estado até a próxima segunda-feira.