Jogador da Argentina revela que recebeu ameaças de morte por falhas na Copa de 2018

Atleta sofreu com constantes ataques nas redes sociais

Por O Dia

Seleção argentina na Copa de 2018
Seleção argentina na Copa de 2018 -
Rio - O goleiro do Chelsea Winfredo Caballero, que defendeu a Argentina na Copa do Mundo de 2018, disse ter sofrido ameaças de morte por conta de suas falhas contra a Croácia, na fase de grupos do torneio. Segundo ele, além das críticas nas redes sociais, ele recebeu mensagens pesadas após seu número de celular vazar.
"Não tive criticas apenas no Instagram e Twitter... Depois desse dia, meu telefone se tornou público, todo mundo tinha meu número, chegaram mensagens fortes de todo o tipo. Disse que as pessoas sabem quando estão erradas e eu não queria errar nunca, porém aconteceu. Aceito criticas e aceito que as apontem, mas um extremo de quererem me matar, me parece que não dava", declarou o arqueiro à "TNT Sports".
Armani falhou no primeiro gol da partida, que foi vencida por 3 a 0 pela Croácia. Após o erro, acabou sendo sacado do time titular pelo então técnico Jorge Sampaoli.
"Pelo erro e como terminamos após essa partida, tudo implicava para que Jorge [Sampaoli] tomasse a decisão de me tirar. Quando me comunicaram, entendi...", disse Caballero.

Comentários