Clubes cariocas ainda não receberam toda a cota de TV do Estadual 2020; Globo quer garantias jurídicas para oficializar rescisão

Times receberam, até o momento, 81% do montante previsto em contrato, e emissora alega que irá pagar o restante quando tiver garantias jurídicas para não ter eventuais problemas no futuro

Por Venê Casagrande

Rio - 15/07/2020 - FINAL CAMPEONATO CARIOCA -   Flamengo X Fluminense no Maracana.  TACA DO CAMPEAO CARIOCA 2020 e a bola do jogo. Foto: Daniel Castelo Branco /  Agencia O Dia
Rio - 15/07/2020 - FINAL CAMPEONATO CARIOCA - Flamengo X Fluminense no Maracana. TACA DO CAMPEAO CARIOCA 2020 e a bola do jogo. Foto: Daniel Castelo Branco / Agencia O Dia -
Rio - O Campeonato Carioca 2020 chegou ao fim, mas nos bastidores ainda há o que ser definido. Os clubes, exceto o Flamengo pois não tinha contrato vigente, ainda não receberam o valor total referente à cota de direito de transmissão do Estadual 2020. Segundo apurou a reportagem, a TV Globo, dona dos direitos, depositou, até o momento, apenas 81% do montante que havia combinado com os times pela transmissão do torneio deste ano.
A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da TV Globo para entender o porquê de ainda faltar depositar 19% da quantia mesmo após o término do Campeonato Carioca, que chegou ao fim no dia 15 de julho. Segundo o comunicado enviado ao Jornal O Dia, a emissora só vai efetuar o pagamento do que falta após os clubes garantirem que o contrato será rescindido para que não haja eventuais problemas futuramente.
"A Globo já pagou aos clubes 81% dos valores do contrato do Campeonato Carioca 2020. A empresa reitera sua disposição de pagar o saldo restante da temporada, de acordo com o comunicado emitido quando ocorreu a rescisão do contrato, mas esse pagamento deve vir acompanhado da respectiva quitação, como de praxe, que dará à Globo a garantia de que não haverá questionamentos futuros por um contrato já encerrado", disse a assessoria da TV Globo.
A reportagem também entrou em contato com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, a Ferj, para saber se a TV Globo havia enviado algum comunicado à Federação, mas até a publicação da matéria a resposta não foi encaminhada ao Jornal O Dia.
Alguns clubes, como Bangu, Madureira, Portuguesa, Volta Redonda e Nova Iguaçu, confirmaram que não receberam 100% do valor da cota de direito de transmissão e ainda aguardam o fim do imbróglio. Botafogo, Fluminense e Vasco ainda não enviaram as respostas à reportagem.
Por sigilo de contrato, a emissora TV Globo e os clubes não puderam revelar os valores que já foram pagos e o que resta a ser depositado. Segundo apurou a reportagem, os clubes considerados de menor investimento têm a receber cerca de R$ 450 mil.
 

Comentários