Bolsonaro ao lado de Marcelinho - Reprodução
Bolsonaro ao lado de MarcelinhoReprodução
Por Lance
Rio - O encontro entre o presidente Jair Bolsonaro e Marcelinho Carioca não caiu bem para muitos torcedores do Corinthians, principalmente por conta da utilização da camisa do clube. Um dos mais famosos corintianos, o atual comentarista do Grupo Globo, Walter Casagrande. Em vídeo publicado nas redes sociais, o ex-jogador fez duras críticas ao Pé de Anjo.
LEIA MAIS: Confira mais informações sobre o mundo do Esporte

"Eu cheguei em 1975 nesse clube aqui, no Corinthians, comecei minha vida lá, corintiano de garoto, cheguei para jogar no dente de leite, nas categorias de base do Corinthians. Em 1979, a torcida do Corinthians abriu uma faixa no Pacaembu dizendo "anistia para os presos políticos e exilados políticos". Em 1982, 1983, até 1985 essa camisa aqui era da democracia corintiana, essa camisa representa liberdade, representa democracia, e nenhum ex-jogador tem o direito de representar o clube politicamente. Eu também não tenho. Isso aqui é democracia. Isso aqui sempre foi democracia".
Publicidade


Marcelinho foi até Brasília nesta quarta-feira para se encontrar com o Presidente da República, com quem vestiu a camisa do Corinthians e posou para fotos e vídeos em rede social. De acordo com o depoimento de ambos nas imagens, o objetivo da reunião foi falar da "MP do Mandante", sobre os direitos de transmissão, pela qual manifestaram apoio em seus discursos.

Tanto o Corinthians, quanto o Banco BMG, patrocinador máster do clube, já emitiram notas oficiais negando qualquer envolvimento no encontro que aconteceu nesta tarde. Ambos afirmaram que não enviaram as camisas e que a iniciativa partiu única e exclusivamente de Marcelinho, que é o embaixador da parceria "Meu Corinthians BMG" e participou do lançamento da nova camisa.