Bruno Soares e Mate Pavic em Ação no Aberto da França - Divulgação
Bruno Soares e Mate Pavic em Ação no Aberto da FrançaDivulgação
Por Lance
Rio - Não deu para a dupla do brasileiro Bruno Soares e o croata Mate Pavic. A parceria campeã do US Open ficou com o vice-campeonato de Roland Garros neste sábado diante dos alemães Kevin Krawietz, que levaram o bicampeonato.
Publicidade
Bruno e Pavic caíram diante dos europeus por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 7/5, em 1h30 de jogo.
A dupla alemã esteve firme desde o começo e quebrou o saque de Soares no quarto game e manteve a vantagem salvando um game de 0/30 para fechar por 6 a 3.
Publicidade
No segundo set a dupla do brasileiro teve chance de quebra no começo, mas os rivais se salvaram. Mies servia muito bem e eles pressionaram conseguindo a quebra com lindas devoluções no 5/5 em game onde a dupla do mineiro teve 40 a 15. No 6/5, Mies serviu para a vitória, jogou com o segundo saque, Bruno e Pavic devolveram bem, tiveram uma chance de levar ao tie-break, mas Andreas serviu forte, Bruno não conseguiu boa devolução e os germânicos salvaram e fecharam o jogo pouco depois forçando o erro do brasileiro na rede.
É o segundo Slam da dupla alemã, segundo em Paris. Bruno e Pavic jogaram a segunda final juntos, segunda seguida após o título em Nova York e irão para a segunda colocação no ranking do ano. O brasileiro será o sexto do mundo no novo ranking individual de duplas e Pavic para o quinto posto.
Publicidade
Bruno agora soma quatro finais de duplas masculina de Slam e segue com três canecos em 2016 e 2020 no US Open e 2016 no Australian Open.