Comentarista Caio Ribeiro - Divulgação
Comentarista Caio RibeiroDivulgação
Por O Dia
São Paulo - O comentário de Caio Ribeiro, durante o 'Tá na Área' da última sexta-feira rendeu polêmicas dentro e fora da Globo. Ao analisar o 'Caso Robinho', o ex-jogador afirmou que o atleta merece o benefício da dúvida na acusação de estupro. Já nesta segunda-feira, durante o 'Globo esporte SP', Caio mudou o discurso e disse que ainda não havia visto a transcrições das mensagens de Robinho após o ocorrido.
Publicidade

"Acho que tinha de rescindir. Por toda repercussão e pelas informações que surgiram no fim de semana. Na sexta-feira eu até emiti uma opinião em relação a esse caso de estupro e eu não tinha visto a matéria do ge e nem a transcrição do processo. Na hora que eu vejo, ainda mais eu que tenho uma filha menina, a forma como ele se dirige à vítima, a forma baixa como ele fala do estado da menina... Cara, me caiu mal. Me deu dor de estômago", disse Caio, que completou:

"Aí eu acho que, analisando tudo o que surgiu de nova informação, ele perde o benefício da dúvida e acho que tem que pagar como qualquer outra pessoa, independentemente dele ser ídolo ou não. Um estupro é o tipo de violência mais grave que uma mulher pode sofrer, porque traz sequelas emocionais, além de físicas", complementou o ex-jogador.