Brazil's Neymar gestures before the start of the 2022 FIFA World Cup South American qualifier football match against Bolivia at the Neo Quimica Arena, also known as Itaquerao, in Sao Paulo, Brazil, on October 9, 2020, amid the COVID-19 novel coronavirus pandemic. (Photo by Buda Mendes / POOL / AFP) - AFP
Brazil's Neymar gestures before the start of the 2022 FIFA World Cup South American qualifier football match against Bolivia at the Neo Quimica Arena, also known as Itaquerao, in Sao Paulo, Brazil, on October 9, 2020, amid the COVID-19 novel coronavirus pandemic. (Photo by Buda Mendes / POOL / AFP)AFP
Por O Dia
Rio - A pandemia do novo coronavírus não teve impacto apenas na economia mundial, mas também atingiu os jogadores de futebol. Segundo relatório divulgado nesta terça-feira pela empresa de consultoria internacional KPMG, algumas estrelas do futebol perderam valor de mercado, assim como Neymar.
Publicidade
O craque da seleção brasileira foi o atleta da lista que sofreu a maior desvalorização. O brasileiro teve uma queda de 18 milhões de euros (cerca de R$ 119,6 milhões). Agora, o atacante do PSG caiu duas casas dos jogadores mais valiosos do futebol. 
Ainda de acordo com o relatório, o camisa 10 da Seleção em seu valor de mercado estimado em 130 milhões de euros (R$ 863,7 milhões), fica agora atrás de Jordan Sancho do Borussia Dortmund, que avaliado em 135 milhões de euros (R$ 897 milhões), e Raheem Sterling, do Manchester City, que chegou à casa dos 138 milhões de euros (R$ 917 milhões).
Publicidade
O líder dessa lista é seu companheiro de equipe Kylian Mbappé. A KPMG aponta que o atacante francês tem valor de mercado avaliado em em 200 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão).
Confira os outros nomes da lista:
Publicidade
Sadio Mané (125 milhões de euros), Mohamed Salah (125 milhões de euros), Kevin De Bruyne (120 milhões de euros), Harry Kane (120 milhões de euros), Lionel Messi (120 milhões de euros) e Trent Alexander-Arnold (111 milhões de euros).