Maradona foi internado algumas vezes por conta da dependência química - DivulgaÇÃO/Gimnasia y Esgrima
Maradona foi internado algumas vezes por conta da dependência químicaDivulgaÇÃO/Gimnasia y Esgrima
Por O Dia
Buenos Aires - Às vésperas do aniversário de 60 anos, comemorados no dia 30 de outubro, Diego Maradona iniciou a quarentena nesta terça-feira em sua residência, em Brandsen, província de Buenos Aires. Um assistente do técnico no Gimnasia y Esgrima apresentou sintomas do novo coronavírus e, por recomendação médica, o maior ídolo do futebol da Argentina ficará isolado, enquanto aguarda o resultado dos exames. 
No mesmo dia, Marcelo Gallardo, técnico do River Plate, foi afastado das atividades também com suspeita de covid-19. O presidente da FIFA, Gianni Infantino, testou positivo para o vírus. De acordo com a imprensa argentina, o assistente de Dom Diego apresentou os seguintes sintomas: febre, tosse e perda do olfato.

Até o momento, Diego está assintomático, mas, como integra o chamado grupo de risco, é monitorado de perto e com preocupação. Há algumas semanas, ele ficou isolado após contato com o atacante Nicolás Contín, que testou positivo para o novo coronavírus.

Na próxima sexta sexta-feira, dia do aniversário do eterno camisa 10, o Gimnasia enfrenta o Atlético Patronato, na abertura do Campeonato Argentino. Sua presença à beira do gramado ainda é incerta e dependerá do resultado dos testes. Este mês, Raul Machuca, cunhado de Maradona, morreu em decorrência do novo coronavírus.