Na Europa desde 2013, Gabriel Paulista foi convocado uma vez pela Seleção, na Era Dunda  - Divulgação/Valencia
Na Europa desde 2013, Gabriel Paulista foi convocado uma vez pela Seleção, na Era Dunda Divulgação/Valencia
Por O Dia
Valência - Depois de Thiago Alcântara, Rodrigo e Diego Costa, a seleção da Espanha ganhou mais um 'reforço' brasileiro para as próximas convocações. Revelado pelo Vitória, o zagueiro Gabriel Paulista, do Valencia, concluiu todos os trâmites para obtenção do passaporte espanhol e aguarda com otimismo a decisão sobre a dupla cidadania. Em entrevista ao site oficial do clube, o defensor, de 30 anos, não escondeu o desejo de defender a 'Fúria'.
"Vou continuar trabalhando muito com a camisa do Valencia e espero chamar a atenção do treinador (Luis Henrique). Quero jogar pela seleção nacional e disputar uma Eurocopa defendendo a Espanha", disse Gabriel.
Publicidade
Natural de São Paulo, Gabriel teve uma breve passagem pela base do Taboão da Serra, mas encerrou a formação nas categorias de base do Vitória, onde se profissionalizou. Com mais de 140 jogos pelo Rubro-Negro, trocou Salvador pela cidade de Villareal, na Espanha, em 2013. Depois de duas temporadas pelo 'Submarino Amarelo', principal clube da província, foi contratado pelo Arsenal, da Inglaterra, em 2015, ano de sua primeira e única convocação pela seleção brasileira.
Apesar da lembrança na Era Dunda, o zagueiro, chamado após o corte de Marquinhos, do Paris Saint-Germain, da França, não foi aproveitado nos amistosos contra França e Chile. Há quatro temporada, Gabriel Paulista veste a camisa 5 do Valencia. Em 'casa', se emocionou com a realização de mais um sonho.
Publicidade
"Esperei muito por este grande momento. Estou muito feliz e minha família também. Quero continuar aproveitando a Espanha e Valência, que são um belo país e uma bela cidade... Não tenho palavras para agradecer ao clube e a todos os torcedores pela forma como me trataram desde o meu primeiro dia. Isso me dá mais forças, mais vontade de trabalhar e mais vontade de lutar pelo escudo do clube. Quero continuar muitos anos no Valencia, lutando até o dia em que não puder mais correr", disse Gabriel Paulista.