Com um desvio decisivo na bola, Vinícius Júnior comemorou o gol, mas o árbitro confirmou gol contra do goleiro Bono - Divulgação/Real Madrid
Com um desvio decisivo na bola, Vinícius Júnior comemorou o gol, mas o árbitro confirmou gol contra do goleiro BonoDivulgação/Real Madrid
Por O Dia
Sevilla - O brasileiro Vinícius Júnior comemorou o gol após desviar o cruzamento de Mendy, mas a arbitragem confirmou o gol contra para o atrapalhado goleiro Bono. Apesar de magra, a vitória por 1 a 0 sobre o Sevilla, neste sábado, no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán. Sob pressão, o Real Madrid ganhou fôlego para administrar a crise motivada pela sequência de maus resultados na Liga dos Campeões e na Espanhola. O fim do jejum de quatro jogos teve um sentimento de alívio para Zinedine Zidane e companhia.
Para o saudosista torcedor, acostumado com uma postura dominante e ofensiva do Real, o clube da capital não foi nada galático. Com uma atuação cirúrgica e sem correr riscos, a equipe se fechou para após abrir o placar. Mais importante do jogar bem, a coquista dos três pontos era prioridade na visita a Sevilla. A atuação passiva e pouco inspirada dos donos da casa facilitaram a missão. Com a torcida no seu pé, Vinícius Junior respondeu aos críticos com uma atuação decisiva.
Publicidade
"Foi um resultado muito importante para aumentar nossa confiança, num campo difícil contra uma boa equipe. Sair sem levar gol também foi muito importante para a gente. Hoje sabíamos que teríamos que sofrer para a ganhar. É uma temporada muito diferente das outras, muitos jogos, a cada dois dias, nunca jogamos assim. Temos que seguir jogando e ganhar os pontos que precisamos. Nós gostamos da pressão que nos colocam. Temos que seguir trabalhando", disse Vinicius Junior, em entrevista à 'ESPN'.